Festival Interdisciplinar de Comunicação. Realizaçãodo 5º semestre de Publicidade e Propaganda do IBES/SOCIESC.
18 de Junho de 2010

 

Mais um Festival ICOM chegou ao fim. Em 2011 teremos mais um. Desta vez estarei TOTALMENTE por fora do evento, porque não serei mais acadêmica do IBES/SOCIESC. Este é meu último ano e em 2011 serei finalmente Bacharel em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda. Quem sabe eu apareço pelo festival para assistir alguma palestra e alguma oficina. Vai ser bacana.

 

 

Parabéns aos organizadores do 3º Festival ICOM. Conseguiram pessoas geniais para a troca de experiências, os patrocinadores e apoiadores contribuiram muito para a realização do evento, faltando apenas um pouco de aperfeiçoamento da LÍNGUA PORTUGUESA. Errar é humano e acho importante a orientação nesse sentido. Escrever corretamente é imprescindível, ok?!

 

 

Abraços a todos

E até 2011.

16 de Junho de 2010

Bernardo Leite - 3º Festival ICOM - 2010
  
 
 
Além do Marcello Serpa, o primeiro dia do 3º Festival ICOM contou com a palestra do Bernardo Leite, sócio diretor da Bernardo Leite - Consultoria Empresarial e da RH Estratégia - Recrutamento e Seleção. Bernardo falou sobre COMUNICAÇÃO E FEEDBACK como ferramentas essenciais para a liderança.

 

Entre citações e desenhos, o foco maior no assunto abordado por Bernardo foi "VOCÊ SABE OUVIR"? Segundo Bernardo, é o ouvir que faz a brutal diferença na vida dos comunicadores, pois ouvir não é apenas um ato físico. O feedback é um processo de orientação, de conversa e os consumidores muitas vezes fazem parte do processo de acertos no que está errado e de pontuações do que está certo. É numa conversa de maneira adequada que a crítica será construtiva.

 

A falta do feedback causa insegurança, quebra de autoestima, depressão. Um produto não pode ter essas características, portanto, não pode deixar de existir o feedback, e principalmente, a aceitação desse feedback. A comunicação é tornar comum. É fazer com que a mensagem seja comum por intermédio da conversa.

 

Bernardo conta que o grau de exigência no conhecimento que as pessoas têm está subindo. As empresas se preocupam com o comprometimento dos funcionários. Com o SABER X SABER FAZER X FAZER AS PESSOAS FAZEREM.  Os líderes têm que saber ensinar antes de qualquer coisa e passar adiante seu conhecimento e as pessoas só aprenderão com a prática. 

 

Citando Peter Drucker, Bernardo destaca: "é necessário fazer certo as coisas certas" e para finalizar, cita o poeta português Fernando Pessoa:

 

"Temos inteligência?

Agir, eis a inteligência verdadeira.

Serei o que quiser.

Mas tenho que querer o que for.

O êxito está em ter êxito, e não em ter condições de êxito.

Condições de palácio tem qualquer terra larga,

mas onde estará o palácio se não o fizerem ali?"


Marcello Serpa - 3º Festival ICOM - 2010

 

 

 

O primeiro dia do Festival ICOM foi o esperado com mais ansiedade por mim, pois o grande Marcello Serpa, sócio presidente e diretor de criação da Agência AlmapBBDO estaria palestrando sobre EXPRESSÃO DE LINGUAGEM EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA. Quem me conhece sabe o quanto sou apaixonada por tudo que diz respeito à redação ou linguagem publicitária.

 

Inicialmente Serpa resgatou a história da publicidade, levando-nos aos primórgios da propaganda, quando os gregos usavam o cal para deixarem o muro branco e aplicarem suas publicidades. Comentou sobre o início das atividades de camelôs e os registros de marca na idade média. E ainda sobre a REVOLUÇÃO DA PROPAGANDA, com os primeiros folhetos em 1517, cartazes e outras mídias impressas por esta época e ainda o surgimento da imprensa em 1580.

 

O surgimento das agências de publicidade foram marcados como era da modernidade e houve início às ciências da propaganda: princípios da lógica publicitária, o uso de manchete e lead - emoção x razão = o que atrai consumidores.

 

Serpa salientou que na época existia muito texto nas propagandas, com linguagem coloquial e na década de 60, a partir da Agência DPZ, anúncios passaram a ser criados com imagem maior que o texto. A linguagem precisa ser mais simples, objetiva e direta. Serpa reclama de algumas propagandas da atualidade que deixaram o texto de lado e passaram a vender apenas com uma imagem.

 

Há algum tempo li numa entrevista que Serpa deu ao "Almanaque da Comunicação" que "em propaganda, a boa ideia não é mais um título, uma imagem ou um roteiro genial. A boa ideia é algo bem mais complexo, que tenha o potencial de ser explorado de forma relevante e consistente em muitas peças e pontos de contato da marca com os consumidores".

 

Ao final de sua palestra, Serpa comenta sobre o novo momento da publicidade, que para ele é ter pertinência e convergência, pois o publicitário precisa interagir ao máximo no uso de todas as ferramentas disponíveis e se REIVENTAR diariamente. TORNAR-SE UMA FÁBRICA DE IDEIAS (como aprendi na agência onde eu trabalhei algum tempo).

11 de Junho de 2010

No 3º Festival ICOM foi criada uma mascote, a qual teve o nome escolhido por votação como sendo Greta:

Foram 53% dos votos para o nome ser Greta. Além deste, ainda estavam concorrendo os nomes Caió e Cocóricom.

Parece que o pessoal do 5º semestre quis variar um pouco o sexo do bicho que representa a comunicação social (galo). É isso aí. Chega de preconceitos. A galinha também pode representar a comunicação rsrs.


A mascote fez parte de algumas peças publicitárias da campanha de divulgação do evento e foi a comunicadora do Festival ICOM num VT anunciando o evento na RBS TV (uma das apoiadoras):

Além do vídeo da Greta, tem também outro VT elaborado pelo pessoal do 3º Festival ICOM (claro que a Greta também apareceu no final do vídeo, acompanhando a logo do ICOM):
publicado por Adriii às 12:45
29 de Março de 2010

... NÃO HÁ RESPOSTA.

 

Descoberto o novo tema para o Festival ICOM 2010. "SEM PERGUNTA NÃO HÁ RESPOSTA".

 

Ainda não sei o que este tema nos promete, mas comentando um pouco sobre a minha percepção, é um tema abrangente e que recai há inúmeras possibilidades.

 

Uma forma de pensamento sobre este tema, no que diz respeito, primeiramente, a nós publicitários (futuros), é que precisamos sempre perguntar para obtermos respostas. Tá, agora vocês me dizem: "Dããã, que óbvio Adri". Sim, é óbvio, mas a pergunta certa é óbvia? Todos sabem o que perguntar? Para elaborar uma campanha, o primeiro passo é a realização de um Briefing. Neste Briefing é preciso haver as perguntas corretas para as respostas que darão luz à nossa campanha.  É através das perguntas certas que saberemos o PROBLEMA que o cliente tem, para a partir daí gerar uma campanha de sucesso.

 

Uma campanha que acho genial e que rola na mídia desde o ano passado é a campanha "Redondo é Rir da Vida" da Skol.

Onde se encaixa o Tema do ICOM 2010? Se encaixa na pergunta! Sem perguntas a F/Nazca saberia que o público consumidor de cerveja já estava esgotado de tanta mulher semi-nua? Saberia que beber com os amigos não significa sair só para pegar mulher? E saberia que mulher também bebe cerveja? Saberia ainda que as pessoas gostam de dar boas risadas e não de ver o apelo erótico o tempo inteiro?

Simples. Sem pergunta não há resposta!

 

Essa é a ideia (na minha cabeça haha)

 

ICOM 2010

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
Posts mais comentados
1 cometário
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Esperemos agora pelo proximo, Clara
Adoramos encontrar essa reportagem no blog!!!foi m...
blogs SAPO