Festival Interdisciplinar de Comunicação. Realizaçãodo 5º semestre de Publicidade e Propaganda do IBES/SOCIESC.
17 de Março de 2009

Através de uma pesquisa rapidinha pela internet, vimos que para uma marca ser considerada global ela precisa: estar presente em pelo menos 20 PAÍSES; refletir o mesmo conjunto de valores neles; e somar vendas a partir de 1 BILHÃO DE DÓLARES.

 

Do seleto clube das supermarcas no Brasil, hoje falaremos sobre a Coca-Cola.

 

Como diz nosso “guru”: na era da globalização, as corporações precisam pensar globalmente, mas agir localmente.

 

É isso aí!

 

O Vice-Presidente da Coca-cola no Brasil, Fernando Mazzarolo, ultrapassou qualquer barreira geográfica e tem uma percepção de marca NO MUNDO. Ele procura aproximar a marca aos consumidores nas suas campanhas, veiculando imagens próximas da realidade de cada população, pois se preocupa com o entendimento do MERCADO LOCAL.

 

Concluímos então que: não é o suficiente usar uma linguagem clara e realizar pesquisas de mercado para tentar antecipar o comportamento de compra de um determinado mercado. É preciso ENTENDER e APRENDER a formação HISTÓRICA e CULTURAL de cada povo para que haja COMUNICAÇÃO com ele.

 

Algo bem legal é o fato da Coca-Cola investir constantemente na cultura. Esta é uma oportunidade ótima para estreitar a relação com o consumidor de cada região. Vamos citar como exemplo: o Nordeste. É uma região caracterizada por sua diversidade musical.

 

O marketing utiliza o tema para fazer parceria com festivais, como o Recife Indoor e micareta. Além disso, apoia projetos de revitalização arquitetônica, como do Cais do Porto, no Recife.

 

Falando de local, temos um detalhe a mais: a Coca-Cola Brasil incorporou as cores símbolo do país na marca corporativa e esta iniciativa foi tomada depois de realizarem algumas pesquisas e constatarem que a Coca tem grande visibilidade como produto de consumo, mas não institucional.

 

O diretor de comunicação da empresa, Marco Simões, comentou que investem R$ 41 milhões por ano em 140 projetos sociais e pretendem ligar essa nova marca no trabalho de responsabilidade social deles.

 

Simples e direto. A Coca-cola Brasil é a única com diferencial (é como no case do BIG MAC, porém a ação local é um detalhe na marca e não no produto).

 

Outro detalhe que constatamos ter mudado é o slogan. Durante três anos a Coca-Cola usava o slogan: VIVA O LADO COCA-COLA DA VIDA (lembram?). E há pouco tempo (em 2009 mesmo) o slogan foi mudado para OPEN HAPPINES (algo como “ABRA A FELICIDADE” ou “ABRINDO A FELICIDADE”).

 

O motivo para essa mudança é a dificuldade de traduzir o conceito antigo para todos os países.

 

Ou seja, mais uma vez a Coca-Cola nos mostrou que pensa global e age localmente!

 

Nós poderíamos ficar aqui o dia todo falando da Coca-Cola, mas como o dever nos chama…

 

Forte abraço.

 

 

Fontes: TRANNIN, Maria Cecília. Artigos de Marketing - Marketing e a Arte de Comunicar. Disponível em: Acesso em: 16, março, 2009.

 

GRIPA, Marcelo. Coca-Cola muda slogan pela 50ª vez. Disponível em: Acesso em: 17, março, 2009.

 

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
arquivos
Posts mais comentados
1 cometário
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Esperemos agora pelo proximo, Clara
Adoramos encontrar essa reportagem no blog!!!foi m...
blogs SAPO